O deputado federal Celso Russomanno, candidato à prefeito de São Paulo, mais uma vez desidratou nas pesquisas após aparecer com larga vantagem nos meses de agosto e setembro.

Ele agora vai propor um projeto de lei para que as eleições sejam em novembro, quando ele aparece tradicionalmente com 35% das intenções de voto.

Russomanno se envolveu numa polêmica nesta semana. A Associação de Criadores de Cavalos do Paraguai disse que não quer ter o nome associado com o candidato.