O presidente Jair Bolsonaro surpreendeu todo o país ontem ao afirmar que acabou com a corrupção no governo. De agora em diante, todas as negociatas com o Centrão terão que ser feitas no meio da rua, fora da sede do governo.

Bolsonaro tem 89 mil motivos para acreditar que a corrupção acabou no país.

A esquerda, que já teve que defender o teto de gastos para evitar o populismo eleitoral de Bolsonaro, agora tem que defender a Lava Jato. Alguns petistas foram até vistos pedindo a prisão de Lula.