O presidente Jair Bolsonaro continua com Covid-19 depois de duas semanas do primeiro teste. Ele, que diz se medicar com cloroquina, até fez uma cerimônia em que abençoou seus fãs com o medicamento no domingo.

Questionado sobre sua presença contínua no corpo do presidente, o coronavírus disse que não se informa em grupos de WhatsApp e por isso não sabia que deveria ir embora.

Bolsonaro disse que a cloroquina não funcionou porque as pessoas ficam torcendo contra — ele citou um estudo que comprova essa versão. A fonte é o instituto TDK (Tirey do Ku).

Como a cloroquina não tem ajudado o presidente, o gabinete do ódio já prepara ataques ao medicamento no estilo que faz a ex-aliados de Jair. Já estão espalhando que a cloroquina foi comunista na adolescência e é filiada ao PSOL.