Fabrício Queiroz, o ex-assessor, ex-motorista e eterno amigo da família Bolsonaro, acusado de ser o operador de esquemas ilícitos de Flávio e Jair, teve a prisão relaxada na tarde de hoje. O STJ autorizou a prisão domiciliar de Queiroz.

Como ninguém sabe onde ele mora — nem ele mesmo –, Queiroz vai cumprir prisão domiciliar no palácio do Alvorada.

Uma das possibilidades de futuro para Queiroz agora seria colocá-lo no ministério da Saúde, porque laranja é ótimo para gripezinha.