Finalmente, aconteceu o que todos esperavam: Bolsonaro foi derrubado. Com Febre e fazendo corpo mole, o presidente meteu um atestado e deixou seu cargo para alguém que também acostumado com a tragédia. O coronavírus assumiu o corpo e o lugar de Bolsonaro após o presidente assumir que falsificou seu histórico de atleta.

No governo, o coronavírus promete ser mais ágil e preencher as vagas ociosas nos ministérios. Corona escalou seus amigos Dengue e Zika para a pasta da Saúde e da Educação.