O novo ministro da Educação, Carlos Alberto Decotelli, é um militar da reserva com formação em economia e ex-diretor do FNDE — que teve que ser liberado para o centrão.

Decotelli chega com a tarefa de respirar para superar seu antecessor.

A questão é séria, já que certa vez um olavista esqueceu por onde que se respira e quase morreu asfixiado.

Bolsonaro pensou em botar um cone no lugar de Weintraub mas o cone não quis se ligar ao governo.