Após a saída inexplicada de Weintraub do Ministério da Educação, o presidente Jair Bolsonaro solicitou ao Ministério da Ciência e Tecnologia um estudo de engenharia genética para criar alguém pior do que Weintraub para o MEC. “Viemos numa levada boa de piora desde o Vélez, mas tava procurando aí no mercado e acho muito difícil encontrar alguém pior que o Weintraub. Deixei por conta dos cientistas isso daí”, declarou o presidente logo após o abracinho que ganhou do ex-ministro.

Bolsonaro completou a trinca Cultura, Saúde e Educação sem ministros e pretende unir os ministérios em uma única pasta para entregar ao Centrão. Por enquanto a pasta se chamará Ministério do “E daí?” formado só por coisas com que Bolsonaro não se importa.