O ex-presidente em atividade Jair Bolsonaro jura de pés juntos que não se referia à Polícia Federal num vídeo em que pede para trocar a chefia da Polícia Federal porque a Polícia Federal estava investigando as falcatruas de seus filhos.

Bolsonaro veio com duas versões. Em uma delas, ele diz que PF na verdade quer dizer “poupar os filhos” da prisão.

Na outra, ele diz que a voz e a cara no vídeo são de Lula, infiltrado na reunião ministerial, imitando Bolsonaro. “É só ver como ele tem a língua presa”, diz um advogado do Planalto, esquecendo-se de que Bolsonaro também tem.