O presidente Jair Bolsonaro quase demitiu o ministro da Saúde Henrique Mandetta na tarde de hoje. Foi dissuadido por militares e outros ministros. Bolsonaro quer colocar no seu lugar o ex-ministro Osmar Terra que, como ele, defende a retomada do comércio e o chamado “isolamento vertical”, modalidade de assassinato em massa que não é praticado em nenhum país.

Especialistas alertam para o que pode acontecer depois que a saúde brasileira for para debaixo de Terra. “Ela já estava muito combalida depois do Temer e da PEC que congelou os gastos por 20 anos”, disse. “Agora, entrou para o grupo de risco e se pegar o COVID-19 não volta da UTI. Se tiver, né?”