O filho do presidente Jair Bolsonaro é um dos mais afetados pela MP que permite empresas ficarem quatro meses sem pagar salário.

Acusado de rachadinha, ele pode ficar sem os vencimentos dos funcionários do gabinete, se as acusações forem verdadeiras.

A MP já está sendo chamada também de “Fome Milhão”.