Contrariando o bom senso e a recomendação de todos os profissionais de saúde do mundo, pastores neopentecostais como Silas Malafaia e Edir Macedo vão manter suas igrejas abertas durante o surto de coronavírus – o MPRJ chegou a pedir o cancelamento dos cultos de Malafaia, mas a Justiça negou.

Macedo chegou a dizer que a epidemia é inofensiva e trata-se de “mais uma tática de satanás”. Malafaia disse que a igreja, lugar fechado com concentração de milhares de pessoas, é o melhor lugar para se defender da epidemia.

Os dois já se defenderam e dizem que estão prestando um serviço “express” para fiéis que estejam ansiosos e demonstrem pressa para encontrar o Criador.

Já Malafaia e Macedo se expõe ao risco de contaminação porque não veem a hora de conhecer pessoalmente seu chefe, o Capeta.