Recém-chegado ao país, o coronavírus, que já matou mais de 2700 pessoas pelo mundo, pensa em fazer as malas e ir embora.

Logo depois de chegar, foi assaltado no Rio de Janeiro. Mau começo. Depois, ao ler os jornais e saber da escalada autoritária representada pelo vídeo divulgado por Bolsonaro chamando as pessoas às ruas contra o Congresso, o coronavírus ficou balançado.

“Não dá para trabalhar com esse clima”, disse o vírus. “A agenda do Paulo Guedes é boa para mim, deixa muita gente sem SUS ou plano de saúde, mas o Bolsonaro não passa segurança. Acho que o país de vocês não está preparado para receber um evento internacional como esse”.

Além do coronavírus, a OMS emitiu um alerta de epidemia de fake news sobre coronavírus nos grupos de WhatsApp de família dos brasileiros.