Bolsonaro foi internado na tarde de hoje após reclamar de tonturas. O presidente disse que sentiu vertigem no meio da tarde.

Coincidência ou não, a emergência presidencial se deu durante a leitura dos indicados ao Oscar. O presidente tem uma atuação firme no desmonte do cinema nacional e disse que filmes com “temática de esquerda” não terão incentivo federal. Mesmo assim, o primeiro filme brasileiro a ser indicado ao Oscar desde 1996 foi um filme de esquerda: o documentário “Democracia em Vertigem” que narra, de dentro dos bastidores de Dilma, o impeachment de 2016.

Mais polêmica: em foto recente, Bolsonaro mostrou que seu documentário é curta metragem.