A figura do juiz de garantia criada por Bolsonaro na sanção do pacote anticrime será pago com algo que vale mais do que dinheiro: barras de chocolate da loja Kopenhagen de Flávio Bolsonaro.

Os produtos são tão valiosos que um PM comprou panetones para a família e gastou 21 mil reais. O patrimônio de Flávio se multiplicou dezenas de vezes desde que abriu a loja. Apartamentos de um milhão de reais foram vendidos a ele por 300 mil mais uma caixa de bombons de sua loja.

Os juízes estão felizes e querem até um novo penduricalho para comprar novas togas de tanto chocolate que vão comer