O presidente Jair Bolsonaro foi chamado de “vagabundo” pelo líder de seu partido na Câmara, Delegado Waldir, num áudio vazado ontem. Bolsonaro ficou enfurecido. Estudantes de Humanas protestaram contra a comparação.

O presidente lembrou que passou 27 anos na Câmara e aprovou incríveis dois projetos. Um projeto a cada 5 mil dias, ou 13 anos e meio.

Vejam bem: Bolsonaro foi chamado de vagabundo, mas a palavra vagabundo foi usada por um deputado. Não fomos nós que chamamos Jair Bolsonaro de vagabundo, jamais chamaríamos o presidente de vagabundo. Nunca colocaríamos as palavras Bolsonaro e vagabundo na mesma frase.