Finalmente está explicado por que Moro não vem a público falar sobre o escândalo de caixa dois do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro. O ministro do Turismo Marcelo Alvaro Antonio foi indiciado por fazer caixa dois com candidaturas fantasmas de mulheres em Minas Gerais. Um assessor diz que acha que parte do dinheiro foi usado na campanha de Jair.

Um oftalmologista ligado ao governo disse hoje que Moro não consegue enxergar o laranjal porque é daltônico. “Ele vê tudo azul, tudo uma grande paz”, disse.

“Mas ainda tenho dúvida se ele é daltônico ou Deltânico”, disse. Segundo o profissional, Moro só enxerga crime no que é vermelho.

Moro fez até um adendo no famoso Pacote Anticrime. Ele quer enquadrar o caixa 2 do PSL no excludente de ilicitude. Segundo ele, quando desviam dinheiro, os políticos do PSL agem sob violenta emoção e por isso devem ser perdoados.