O ex-Procurador Geral da República Rodrigo Janot disse em diversas entrevistas na noite de ontem que levou uma pistola para o STF com o objetivo de matar Gilmar Mendes e depois se suicidar.

Na hora H, com a pistola engatilhada debaixo da beca, Gilmar expediu um habeas corpus mandando soltar a arma.

O mais curioso é que Janot, antes de quase cometer o crime, pediu um habeas corpus preventivo a Gilmar Mendes, que concedeu.