Em entrevista ao programa Roda Viva na noite de ontem, o ex-presidente Michel Temer usou a palavra “golpe” para se referir ao impeachment de Dilma Rousseff. “Eu jamais apoiei ou fiz empenho pelo golpe”, disse.

O rasgo de sinceridade não foi expontâneo. Pouco antes da entrevista, discretamente, uma jornalista da TV Cultura jogou um pouco de água benta em Temer.

“Subiu um pouco de fumaça mas dissemos que foi um curto circuito num aparelho”, disse a jornalista que produziu a entrevista. “Falei para a âncora usar um pingente de crucifixo também para ajudar na hora”.