O ainda presidente Jair Bolsonaro foi internado hoje para operar uma hérnia que surgiu no local da operação após a facada que recebeu durante a campanha de 2018. Ele disse que vai ficar dez dias afastado do cargo.

Os médicos o tranquilizaram: não haverá necessidade de cirurgia em razão do crescimento vertiginoso de sua rejeição.A hérnia saiu por conta própria.

“Resolvi partir pra carreira solo, quero fazer uma coisa mais visceral”, disse o pedaço do intestino que causou a hérnia no presidente.

“Tô fora. De grosso já basta o intestino”, continuou. “Não posso competir com um cara que faz mais merda do que eu”.

Segundo o Datafolha, hoje 38% dos brasileiros acham o governo ruim ou péssimo e apenas 29% acham bom ou ótimo. Desses últimos, 99% são cegos e surdos e 1% é parente de Bolsonaro. O pior desempenho de um presidente em primeiro mandato na história da redemocratização.

Os médicos, no entanto, disseram que Bolsonaro pode não sobreviver a pesquisas como essa, especialmente com a economia estagnada e a série de absurdos que ele vem falando.

Foi recomendado que, para salvar o governo, Bolsonaro passe por um transplante de personalidade.