O presidente francês Emmanuel Macron disse que as recentes queimadas na Amazônia são assunto mundial e que este será levado à próxima reunião do G7, grupo dos sete países mais ricos do mundo.

Bolsonaro e sua equipe criticaram duramente o presidente francês. Eduardo Bolsonaro publicou um vídeo em que Macron é chamado de “idiota”. O ex-comandante do Exército general Villas Boas praticamente declarou guerra à França pelo Twitter.

Atendendo à sugestão do filho Carlos, Jair decidiu proibir a venda de pão francês em todo território nacional. “Prefiro cacetinho”, teria dito Carluxo.

Já o pão que o diabo amassou continua liberado para todos os brasileiros.

Também estão proibidas as saídas à francesa. Moro, que preparava a sua, ficou ainda mais frustrado.