A medida provisória da “Liberdade Econômica” aprovada ontem avança ainda mais sobre os direitos trabalhistas brasileiros. Foi liberado o trabalho aos domingos para todas as categorias profissionais sem direito a adicional por hora trabalhada. O trabalhador terá direito a uma folga remunerada a cada quatro semanas.

Hoje o Senado vota mais alguns destaques da MP, como a que permite que o trabalhador tenha um dia de folga em caso de morte, mas só quando for a dele mesmo. Se entrar em coma, terá os dias descontados.

A única forma de faltar sem ser descontado para ir a um enterro de parente é morrendo também.