O ministro da Economia, Paulo Guedes, flagrou o presidente Jair Bolsonaro pintando uma faixa contra a reforma da previdência. Guedes chegava para uma reunião com Bolsonaro e viu uma lata de tinta no chão. O presidente ainda tentou disfarçar dizendo que aquilo era sabotagem da esquerda.

Depois admitiu que fazia um cartaz de promoção do nióbio mas Guedes viu o texto que dizia “Ele sim, reforma não”.

Sem graça, Bolsonaro pagou 10 ao posto Ipiranga. Em seguida ligou para o líder do governo e pediu para afrouxar as regras para policiais.