Jair Bolsonaro registrou a maior reprovação de um presidente desde à redemocratização. Com 30% de ruim ou péssimo, ele superou até mesmo Collor, segundo pesquisa da Folha de São Paulo divulgada hoje.

Bolsonaro só superou o síndico do prédio como figura mais indesejada. Até mesmo o barulhinho da broca do dentista é mais querido do que ele.

De acordo com o estudo, se um atendente de telemarketing que desliga assim que você atende se candidatasse, teria mais chances que Bolsonaro.

A partir de R$ 5 mensais você pode ajudar o Sensacionalista a pagar as suas despesas e fazer muito mais. Saiba como participar do nosso grupo de reunião de pauta no Telegram e acessar notícias exclusivas. Clique aqui e assine