Depois de pedir que crianças possam gravar seus professores, o escola sem partido quer dar mais um passo para livrar o país do comunismo. Os idealizadores querem que pais também possam torturar professores.

A ideia é que os mestres entreguem seus mentores e finalmente venha a público a sórdida trama internacional que inclui a KGB.

A instalação de pau de arara na sala de reunião com os pais não está descartada, o que reduziria muito o custo de manter instalações clandestinas de tortura.