O presidente Jair Bolsonaro anunciou que a reforma da previdência dos militares ficará para depois. Isso equivale a sair com a mãe, pedir um presente e ela dizer que na volta compra.

Os militares perderão suas regalias assim que o saci Pererê, a mula sem cabeça e o boi tatá aparecerem para discutir a reforma.

Eleitores do capitão acreditaram piamente nas afirmações. Eles acham realmente que o parlamentar que sempre votou corporativamente com seus colegas de farda iria mudar na presidência.

Papai Noel não quis se pronunciar e disse apenas hohoho.