Os estudantes que pensaram que fazer as duas provas de seis horas do Enem em novembro passado seria o momento mais difícil do processo de seleção para uma faculdade estavam enganados. No terceiro dia de Sisu, o site do Ministério da Educação sequer abre para muita gente. Milhares de jovens passaram a madrugada tentando acessa o sistema, em vão. Se pelo menos fosse bebendo e dançando eles não estariam reclamando, claro. Mas sendo a coisa séria, xingar no twitter substituiu a tradicional balada de verão.

Já que o Sisu funciona tão mal e não aguenta tantos acessos, o Ministério da Educação afirmou que vai afrouxar a rigidez dos horários das provas no próximo Enem, já que estudantes que chegam um minuto atrasados já ficam de fora dos portões. “Vamos flexibilizar isso daí. É verdade esse bilete.”

A partir de R$ 5 mensais você pode ajudar o Sensacionalista a pagar as suas despesas e fazer muito mais. Saiba como participar do nosso grupo de reunião de pauta no Telegram e acessar notícias exclusivas. Clique aqui e assine