O presidente eleito Jair Bolsonaro resolveu começar as reformas pelos bordões de direita. O velho “bandido bom é bandido morto” agora virou “bandido bom é bandido que pede desculpas”.

A mudança acontece depois que o ministro Sérgio Moro disse que Onyx Lorenzoni pediu desculpas pelo caixa 2.

O eleitorado de Bolsonaro já aceitou a mudança. Eles passaram a repetir que não haverá terceiro turno depois de qualquer denúncia sobre o governo.