O presidente eleito Jair Bolsonaro continua enchendo o governo de militares. Depois do Gal Heleno na segurança institucional, chegou a vez de Gal Costa na Cultura.

O governo chegou a cogitar fundir a pasta com a educação mas resolveu abrir espaço para a cantora.

Eleitores de Bolsonaro não ficaram felizes. Eles criticam a classe artística por viver da mamatinha da Rouanet. Madonna e Roger Waters seriam os principais beneficiados.