Fernando Haddad, former mayor of Sao Paulo, speaks during a press conference with Manuela D'Avila, former presidential candidate for the Communist Party of Brazil (PCdoB), not pictured, in Sao Paulo, Brazil, on Tuesday, Aug. 7, 2018. The Workers' Party and PCdoB announced an alliance backing jailed former president Lula, saying that if electoral authorities decide he cannot run in the election then Haddad and D'Avila would be placed on the ticket. Photographer: Patricia Monteiro/Bloomberg

O ex-presidente Lula teve a candidatura impugnada ontem pelo TSE, numa votação que avançou noite adentro. Com isso, o PT vai apelar para lançar a candidatura sítio: é de Lula, mas está em nome de outro. Haddad vem se preparando para encarnar Lula, imitando a voz dele.

O PT já está cogitando chamar Marcelo Adnet para imitar Lula no horário eleitoral. Com a decisão do TSE, Lula não poderá se apresentar como candidato a presidente, mas apenas como apoiador de Haddad. O petista só poderá ter 25% do tempo de TV, o que já é mais do que o percentual de propina que o partido levava na Petrobras.