Desde 1989, quando voltamos a ter eleições diretas para presidente, a TV brasileira nos premia com um grande presente a cada quatro anos: os debates eleitorais.

Mais do apresentar propostas, esses programas nos garantiram boas risadas.

Vamos a alguns momentos inesquecíveis:

1989 – Maluf e Brizola, logo no primeiro debate, já mostram um clima nada amistoso

1989 –  Covas e Maluf fazendo dobradinha humorística

1989 – Maluf é artista. Neste, teve direito ao Lula chamando o homem do “rouba mais faz” de “competente”

2000 – Disputa pela prefeitura de São Paulo: sinta todo o amor de Fernando Collor por Enéas

2000 – Na mesma eleição, o sempre maravilhoso Maluf se meteu em mais uma confusão, desta vez com a Marta Suplicy

2006 – O encontro entre Lula e Geraldo também ficou quente

2010 – Ok, nessa eleição tivemos o saudoso Plínio de Arruda Sampaio e ele sempre era garantia de gargalhadas, como nesse embate com a Dilma

2010 – Ou ainda: quando o relógio resolveu dar pane logo na vez dele

 

2014 – Na eleição seguinte, Luciana Genro não gostou nadinha de ser chamada de “leviana” por Aécio Neves

2014 – Na mesma eleição, tivemos Eduardo Jorge, o que sempre não tinha nada a ver com isso, numa bela dobradinha com o Levy Fidelix

2014 – E não parou por ai: teve o Pastor Everaldo tentou dar uma de espertinho e fugir do tema sorteado. Bonner não deixou barato.

2018 – E pra encerrar, como já estamos em pleno clima eleitoral e já tivemos debates, não podíamos deixar de fora o Cabo Daciolo nos trazendo a verdade ao revelar o PLANO URSAL