Um gráfico divulgado nas redes sociais do PSDB de São Paulo mostra o líder João Doria exageradamente acima dos concorrentes. Os 22% do pré-candidato tucano apareciam perto dos 90%, em uma distância abissal em relação aos 15% de Paulo Skaf. O índice de Doria ganhava até mesmo dos 40% de brancos e indecisos.

A principal suspeita é a de que Dória pediu a um de seus cirurgiões plásticos para esticar suas intenções de voto no gráfico, usando botox.

Após receber críticas, Dória disse que vai sugerir a proibição do ensino de matemática no projeto Escola sem Partido.