A greve dos caminhoneiros tem causado transtornos por todo o país. As dificuldades vão da alta no preço dos combustíveis, passando pela escassez de produtos nos mercados e chegando aos aeroportos. Os Correios anunciaram uma diminuição no número de entregas e a suspensão dos serviços de Sedex, causando o que talvez seja o maior problema até então: o atraso na entrega de panelas.

De acordo com paneleiros, este seria o único motivo pelo qual não há movimentos protestando nas ruas ou nas varandas dos apartamentos pelo aumento no preço dos combustíveis, como fizeram durante o governo do PT.

“Sem panelas não tem como. Nós tiramos uma presidente com as panelas, se a gente tivesse elas em mãos, resolveríamos esse problema fácil. Mas não estão chegando, tá tudo atrasado” disse Rogério Almeida, morador do Leblon.