O presidente Michel Temer teve um “desconforto” hoje cedo no palácio do Planalto e pediu auxílio médico. O plantonista, logo que entrou no gabinete presidencial, percebeu que o presidente se encontrava com vida. Temer foi internado para exames urológicos e respira com ajuda de 250 deputados.

Após as primeiras notícias de que Temer havia sido internado às pressas, o cantor Gabriel o Pensador veio a público dizer que não tinha nada a ver com isso.

Temer teria sentindo uma queda em sua performance enquanto seviciava os direitos dos trabalhadores brasileiros nesta manhã. “Nem Viagra estava ajudando”, disse Eliseu Padilha. “Como ele, apesar dos 75 anos, é uma potência quando se trata de f**** o trabalhador, decidiu ver o que tinha de errado com o Michelzinho”.

O governo divulgou uma nota:

NOTA À IMPRENSA
O povo brasileiro teve um desconforto no último ano e não foi consultado no SUS por falta de vaga.
O médico de plantão não estava porque não recebe há meses. Somente numa consulta particular foi constatada uma obstrução na democracia e recomendou que fosse avaliado no Tribunal Superior Eleitoral, onde se encontra nas mãos do Dr. Gilmar Mendes