Furtar um celular de valor abaixo de 500 reais pode deixar de ser crime no Brasil. De acordo com uma decisão do STF, o furto de um celular de até R$ 500 se encaixa no princípio da insignificância, ou seja, é considerado um crime desprezível.

Ao saberem da decisão, ladrões de todo o país já se preparam para roubar aparelhos portando uma arma ou faca um folheto de preços de aparelhos.

“Li a notícia hoje de manhã e sai para pegar folhetos de várias lojas que vendem celular. Já peguei o da Americanas, da Casas Bahia e do Ricardo Eletro”, disse Pedrinho, que cumpre pena em regime semi-aberto após ter furtado dois celulares em 2016.

Alguns criminosos especializados em roubo de celular afirmam que vão aguardar promoções de queima de estoque para roubar celulares mais valiosos com preço abaixo de 500 reais. “Estou pensando em prestar consultoria para ladrões menos experientes”, disse Jorjão da Navalha, que rouba celulares desde os aparelhos com o jogo da cobrinha.