Historiadores do mundo inteiro estão revendo seus estudos para incluir o período Maia no Brasil novamente. Quando Temer assumiu, o país começou uma série de retrocessos que podem culminar com a volta dos Maia ao governo.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, assumirá a presidência caso Temer seja afastado. Maia vem negando estar trabalhando para afastar Temer, mas já teve reuniões com partidos aliados para garantir que todos manterão seus cargos. Ontem, o presidente interino do PSDB, Tasso Jereissati, já deu entrevistas dizendo que Maia pode garantir a governabilidade.

Caso o país troque mesmo de comando, estará oficialmente inaugurado o rodízio de presidente, a exemplo do que acontece no trânsito de São Paulo. A diferença é que, lá, de vez em quando, o trânsito anda. E aqui continua tudo parado.