O engenheiro Otávio Almeida, 37 anos, não se achava uma pessoa homofóbica. “Até tenho amigos que são gays”, sempre disse. “Mas engenharia é coisa de macho. “Pelo visto, sempre faltou um pouco de #Desache em sua vida.

Na última segunda-feira, enquanto inspecionava uma obra, fez uma piada com um arquiteto que o acompanhava: “Arquiteto é o cara que não foi macho para fazer engenharia e nem gay o suficiente para fazer artes plásticas.”

O constrangimento foi grande. Para fugir do silêncio, Otávio foi para a rua. Como a ironia não costuma deixar empreitada pela metade, foi exatamente quando pisou a calçada que a marquise que ele próprio projetou que caiu sobre sua cabeça. Foi levado sem consciência para o hospital.

Uma vez apurada sua responsabilidade, Otávio perdeu o emprego. Mas tudo bem: ganhou a certeza de que precisa repensar o que diz por aí. Ganhou também doze pontos na cabeça.

E uma lição grátis de #Desache dada pelo carma.

Gostou da história? Ela foi patrocinada pela Volkswagen, que te convida a repensar velhos conceitos compartilhando a hastag #Desache.

Se você sempre achou que era certa uma coisa que não faz mais sentido, não tenha vergonha de desachar.

Para conhecer mais sobre a campanha, acesse o link.