A apresentadora e defensora dos animais, Luisa Mell, disse em entrevista a uma rádio que não mata nem mesmo pernilongos e baratas. Inclusive afirmando que lida com mosquitos conversando com eles.

“Eu não mato barata, pernilongo, mosquito, não mato nenhum bicho. Olha, em relação ao pernilongo, vão falar que eu sou louca, mas eu não estou nem aí. Se entra um pela janela do carro, eu converso com ele para ele sair. Eu falo ‘ vai embora, por favor’, e, não sei como, eles vão”, disse.

Após o relato de Luisa, cientistas brasileiros passaram a acreditar que o mosquito Aedes Aegypti possa estar transmitindo uma nova doença que tenha delírio e loucura como sintomas.

“Registramos o relato da Luisa Mell como evidência e vamos iniciar novas pesquisas para confirmar nossa hipótese”, disse Gilberto Salles Dias.

Apesar de se recusar a matar pernilongos, Luisa Mell admitiu que quase sempre que conversa com um mosquito acaba o matando de tédio.