O site Wikileaks vazou que espiões americanos conseguiram interceptar mensagens de celular, TVs e qualquer dispositivo conectado a internet no mundo inteiro. Os documentos dizem que dentro da CIA tem um departamento que é uma fábrica de vírus que infectam dispositivos eletrônicos ao redor do mundo. Até mesmo aplicativos e programas que usam criptografia, como o Whatsapp, poderiam ter a segurança burlada pela espionagem americana.

Com a divulgação do caso, pessoas do mundo todo ficaram preocupadas em terem suas mensagens lidas pela CIA. Porém, segundo uma pesquisa realizada com base em informações coletadas por vírus da própria CIA, 80% das pessoas preocupadas com a espionagem não tem suas mensagens lidas nem pelos próprios contatos.

“A CIA não está lendo suas mensagens de “oi sumido”, o quão você está sentindo calor ou o que você acha da última série da Netflix”, disse um agente americano.

Alguns aplicativos de mensagem agora prometem uma atualização para que a função de confirmação de leitura também seja ativada caso a CIA visualize uma mensagem antes do dono do celular.