Um novo desafio da internet vem mostrando que ainda não vimos o pior que os youtubers tem a nos oferecer.

A nova moda, que chama “desafio do correio humano”, já foi reproduzida diversas vezes pelo mundo e agora chegou ao Brasil.

O youtuber paulistano Abud Sadek topou o desafio e entrou em uma caixa para ser enviado a um amigo que o recebeu 24 horas depois, tudo a fim de ganhar curtidas e visualizações.

O chefe do sindicato dos Correios já se pronunciou sobre o desafio e promete facilitar o recebimento da encomenda por amigos e parentes.

“A gente quer ajudar o cliente então vamos mandar direto pro Instituto Médico Legal, para família poder reconhecer o corpo. Só para garantir, não é? Como não sabemos quem estará vivo ou não, nos poupa de ter que chamar a polícia”, disse o representante

“Só não prometemos que chegue em bom estado né? Rolam muitos saques no caminho, estradas esburacadas e condições que fogem do nosso controle.”

Estima-se que pelo menos 15 cadáveres de youtubers estejam esquecidos neste momento em centros de distribuição de encomendas pelo mundo. No Brasil, o número pode chegar a três.

Aulas de biologia já estão adotando a nova moda dos youtubers como forma de ensinar a teoria da seleção natural de Charles Darwin. “A natureza está selecionando os indivíduos menos aptos e se livrando deles”, diz uma professora.

No ano passado, um youtuber pouco conhecido tentou alcançar a fama com o mesmo desafio mas não contava com a greve dos Correios. Seu corpo só foi entregue à casa da família em Santa Catarina sete meses depois.

Confira o vídeo do brasileiro: