Abatida e descabelada, a peruca de Eike concordou em nos dar uma entrevista exclusiva. A seguir os principais trechos:
Sensacionalista – Como você está se sentindo?

Peruca – Ainda não sei bem. A coisa toda virou de cabeça para baixo. 
Sensacionalista – É difícil se manter calma?

Peruca – Essa situação é de arrancar os cabelos.
Sensacionalista – Foi injusta a prisão?

Peruca – Todo mundo está careca de saber que Eike é vítima. Ele pagou porque no Brasil de você não pagar não faz nada. Estão procurando pelo em ovo.
Sensacionalista – Cansada?

Peruca – Estou há alguns dias sem dormir. Não respeitaram nem meus cabelos brancos.
Sensacionalista – O que pretende fazer? 

Peruca – Só quero sair por aí com os cabelos ao vento.
Sensacionalista – Saudades do Eike?

Peruca – É difícil porque eu tenho curso superior e ele não. Então ficamos separados. Mas Eike vai superar. Vai pras cabeças com certeza.
Sensacionalista – Quais os seus planos para o futuro?

Peruca – Agora vou perder no carnaval porque sempre saía cantando cabeleira do zezé. Quando eu sair daqui vejo o que vou fazer. Talvez abra uma franquia da Pelo Menos.