A “afogada do Paris 6” e mais 6 celebridades instantâneas que morreram na praia

Ela só queria pagar R$100 reais em uma sobremesa com um picolé espetado, tirar umas selfies e mostrar nas redes sociais que teve uma noite top no restaurante Paris 6, em São Paulo. Acabou sendo arrastada por um enxurrada em frente ao restaurante.

Pronto, emergia a primeira subcelebridade de 2017! A “afogada do Paris 6” virou hit na internet e já deu até entrevista para a imprensa. Nas próximas semanas, deverá mergulhar no anonimato novamente e se juntar a outras celebridades instantâneas que também aproveitaram a onda, mas morreram na praia (ou acabaram na Fazenda):

Nathália
nathaliaparis6

Ela conseguiu ainda uma cortesia do Paris 6 e ganhou um free pass vitalício em qualquer restaurante da rede. Estamos ansiosos para dar de cara com ela fazendo presença VIP em algum evento na Barra da Tijuca.

Hipster da Federal
hipsterdafederal

Oi, sumido… Trabalhando muito? O Hipster da Federal prendeu o Cunha e o coração de milhares de brasileiros em outubro de 2016. Por onde anda?

Cadê a Luiza?

luiza

O meme que todo mundo viu, até a Luiza, que estava no Canadá. Ela virou uma celebridade instantânea na internet depois que apareceu em uma propaganda na Paraíba e acabou se tornando viral em 2014. Será que ela voltou para o Canadá?

Jady Bolt
jadybolt

A fama de affair do velocista Usain Bolt acabou em velocidade olímpica, assim como a sua carreira de subcelebridade.

Fogueteira

rosenery

 

 

 

 

 

 

Rosenery Mello do Nascimento ao soltar um sinalizador numa partida entre Brasil e Chile, no Maracanã, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 1990. O artefato teria atingido o goleiro adversário, Roberto Rojas, que caiu no chão dramaticamente, parando o jogo. Apontada como causadora da confusão, Rosenery ficou famosa (mesmo sem internet!) e até posou nua para a revista Playboy, sendo capa da edição de novembro de 1989. Depois sumiu do mapa. A celebridade instantânea morreu (não só na praia) ainda jovem, aos 45 anos, em 2011.

Furacão da CPI
3_1

A ex-assessora parlamentar, Denise Rocha, passou como um furacão pelas nossas timelines com seu vídeo íntimo, sua capa da Playboy e a participação em um reality show. Não deixou saudades.

O boy da Katy Perry
juliosalvokateperry

Durante seu show no Rock in Rio, em 2011, Katy Perry “kissed a boy”: o paulista de Sorocaba Julio Salvo. A fama do moço foi tipo um “firework”, rápida e intensa. Mas ele jura que ainda mantém a fama em Sorocaba: “Tenho um nome conhecido aqui, mas nos outros lugares as pessoas já esqueceram”.

E o prêmio “Náufrago” de persistência vai para: Geisy Arruda
geisy arruda

Essa soube usar a correnteza a seu favor. E continua remando… Depois que foi expulsa de uma faculdade por usar um vestido muito curto, Geisy já fez de tudo. Tudo mesmo. Não temos nem como listar aqui. Seguiu o passo a passo da subcelebridade e, até o momento, continuar aí. Se o Brasil fosse o Titanic, Geisy seria os violinistas tocando até o último segundo. PARABÉNS!