A capa da última edição da revista Exame usou de exemplo o astro do rock Mick Jagger para afirmar que trabalhar na velhice será ótimo para os brasileiros, que terão que trabalhar até mais tarde após a reforma da previdência.

Depois usar um milionário famoso para defender o trabalho na velhice, a revista anunciou que, em sua próxima edição, defenderá o trabalho infantil usando como exemplo a apresentadora Maisa.

Maisa Silva, hoje com 14 anos, dará entrevista a Exame contando como sua vida melhorou por ter começado a trabalhar desde muito jovem. A revista aproveitará o exemplo das duas celebridades para propor que cada brasileiro trabalhe dos 5 aos 70 anos.

Um grupo de assinantes da revista, ofendidos com essa capa, estão exigindo que o jornalista que a elaborou se aposente de sua carreira, estando na velhice ou não.