Com o adiamento do ENEM dos dias 5 e 6 de novembro para os dias 4 e 5 de dezembro, nas escolas que são local de prova mas estão ocupadas, um grupo de vestibulandos decidiu ocupar a escola onde fariam a prova para ter mais tempo de revisar as matérias que caem na prova.

“Apanhamos um pouco da polícia para conseguirmos ocupar, mas deu certo. Pretendemos passar um mês aqui ocupando e estudando pro ENEM”, disse João Carlos Silva, vestibulando de Direito.

Questionados se estão preocupados com os métodos da PM para desfazer as ocupações, como impedimento da entrada de pessoas e emissão de ruídos para impedir o sono dos ocupantes, os estudantes responderam que não se importam pois vestibulando não socializa nem dorme em ano de vestibular.

Bruno Machado