Acontecem agora em São Paulo, na Avenida Paulista, um ato a favor e um contrário ao candidato à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump. Os dois grupos que ocupavam calçadas opostas, entraram em confronto após trocas de ofensas e pelo menos quatro pessoas foram detidas.

ato facebook

Em vez de gás de pimenta ou balas de borracha, a Polícia Militar utilizou camisas de força para conter a briga. Diferente do que foi divulgado, os detidos não foram levados para a DP, mas sim para um hospício na região.

O ato favorável a Trump começou pelo Facebook, organizado pelo “Movimento Juntos pelo Brasil” e possui mais de 1300 pessoas confirmadas. Os presentes discursaram em um inglês duvidoso, alertando para a “ameaça comunista” representada por Hillary Clinton, chamada de “Dilma americana” pelos manifestantes. Nossa redação tentou entrar em contato com Donald Trump, mas ele se recusou a falar conosco por sermos “porcos latinos nojentos”.

Veja as fotos:

01

08

001

002

003

03

02

A demonstrator is detained by police after he clashes with supporters of U.S. Republican presidential nominee Donald Trump at Paulista avenue in Sao Paulo

05

01