Indignado pelo pênalti não marcado, em toque de mão do colombiano Mina, do líder Palmeiras, o volante Rithely, do Sport (RE), saiu de campo neste domingo, cuspindo ódio. O jogador estava tão transtornado, que não mediu os palavrões e nem as consequências de sua declaração. O Palmeiras venceu por 2 a 1 o time de Recife.

Procuradores do STJD viram as imagens da TV e devem entrar nesta segunda-feira com pedido de suspensão do jogador, exigindo a pena de 487 anos de suspensão por suas pesadas declarações contra a arbitragem.

“O que esse cara fez aqui tinha que sair direto pra delegacia, porque ele roubou nós bonito, feio aqui. Porque quando é na Ilha, o braço tá colado, a bola bate e dão pênalti. Aqui o cara tá com a merda do braço desse tamanho e o bosta do árbitro faz uma merda dessa e não deu a porra do pênalti. Lá manda uns árbitro tudo cagado, aqui manda esses cara aí pra roubar nós. Desse jeito fica difícil mesmo”, esbravejou o jogador do Leão.

A torcida do Sport começou uma campanha online para arrecadar fundos e financiar uma nova carreira para o jogador. Com o sucesso repentino na Internet graças ao vídeo da sincera entrevista, Ritheley pretende se lançar como youtuber em janeiro. O programa vai ser ao estilo ‘verdade nua e crua’.

“Vou opinar sobre tudo. Até sobre futebol. Falando sempre o que vier na cabeça. Sem filtro”, contou Rithely ao Sensacionalista.