Acabou o amor. Depois de causar o maior frisson com sua aparência máscula de lenhador, durante a prisão do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, nesta quarta-feira, o Hipster da Federa conheceu a outra face da moeda da fama.

Lucas Valença, dono de um coque estilo samurai, físico sarado e barba espessa, teve seus perfis em redes sociais invadidos por fãs e uma enxurrada de elogios, além de ganhar milhares de seguidores. Mas o susto veio em seguida: um enorme número de gays e mulheres de esquerda ficaram decepcionados em saber que ele, além de ser anti-Dilma e achar que a ex-presidente transformaria o país em “uma Cuba ou Venezuela”, segue o filho do Bolsonaro no Instagram.

Dilma_LucasValenca

hipster

De nada adiantou o bonitão ter apagado tudo. Um movimento liderado pela ativista Laura Che Guevara vai promover, nesta quinta-feira, no Centro do Rio, um enorme ‘broxaço’ contra o agente da PF. Mulheres e gays de esquerda foram convocados para participar do protesto.

“Foi um baque. A gente estava ovulando com aquelas imagens dele na praia, sem camisa, posando de gostosão e, de repente, vem esse banho de água fria. O Hipster da Federal é coxinha. Não tem tesão que resista a isso, gente! Estamos desolados e vamos fazer um manifesto legítimo contra ele, representando todo homem bonito que posta opinião equivocada sem ninguém perguntar nada”, declarou Laura.

hipster

Na manifestação, em que se espera pelo menos duas mil pessoas (confirmadas no evento do Facebook), fotos do rapaz serão espalhadas, deixando todos excitados. Em seguida, Laura Che Guevara lerá em voz alta os posts “reaças” de Lucas, enquanto todos brocham juntos. O brochaço será seguido de um sarau.