Há duas semanas, a diretora de planejamento do Ministério da Educação, Eunice Santos, havia anunciado que os cartões do Enem estariam disponíveis aos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM, nesta terça-feira. Mas os estudantes tiveram uma desagradável surpresa: terão que esperar pelo menos por mais um dia pela divulgação dos cartões de confirmação do lugar da prova.

A notícia irritou estudantes de todo o Brasil. Assim que souberam da notícia, um grupo iniciou um manifesto intitulado “O jogo virou” pelas redes sociais. Para se vingar do que chamam ‘anos de humilhação’, todos fecharão os portões de suas casas contra o atraso da entrega dos cartões pelos carteiros.

“Perdi a prova por dois anos seguidos. Na primeira vez, cheguei atrasada menos de um minuto porque me enrolei com o horário de verão. Ano passado foram 20 segundos porque o salto da minha sandália quebrou. Criei o movimento para fecharmos os portões na cara dos carteiros amanhã. Queremos vê-los correndo e chorando. Chamei até a imprensa, é hora da vingança!” contou a estudante Clara de Jesus, organizadora do manifesto.

Alguns carteiros já deram de cara com os portões fechados na tarde de hoje. É o que conta José dos Santos, carteiro há 23 anos.

“A gente se prepara o ano inteiro pra entregar o cartão de confirmação do ENEM, chega aqui com um dia de atraso e os portões estão fechados! É um absurdo!” lamentou.