Se beber, não tire fotos em eventos. Principalmente se você for pessoa pública. O prefeito Eduardo Paes deu aquela exagerada típica de domingo no festival de cerveja Mondial de La Bière e foi gente como a gente. Tirou fotos com eleitores do candidato à Prefeitura do Rio, Marcelo Freixo e até declarou seu apoio ao rival político.

Mas a farra etílica continuou no domingo de calor e teve mais consequências. Sem freio, Paes vazou nudes “sem querer” em sua conta no Instagram e ainda ligou para a ex pedindo uma nova chance, cantando ‘É o amor’, de Zezé Di Camargo e Luciano, aos prantos, segundo várias testemunhas.

A imprensa divulgou que a nude postada na conta de Eduardo Paes teria sido um ataque de hackers, o IP já havia sido rastreado e apontaria para Maricá. Eduardo Paes desmentiu a história:

“Não teve hacker nenhum, postei a nude pra abafar as fotos apoiando Freixo” afirmou.

Paes continuou explicando os acontecimentos do fim de semana:

“Eu não liguei pra minha ex, eu escorreguei e caí em cima do celular, que digitou o número dela sozinho. Esse celular é maluco, aconteceu a mesma coisa no meu aniversário do ano passado, quando meu WhatsApp escreveu ‘quero muito te ver’ e enviou pra ela” disse enquanto mostrava a conversa com a ex.

Amigos do prefeito confirmam a história e contam que ele está muito deprimido com a repercussão das fotos íntimas.

“Depois que o mundo inteiro viu as fotos do Zulu peladão, fica muito difícil para qualquer um ver suas fotos espalhadas por aí e virar motivo de piadas. Dudu está bem triste por motivos meios óbvios”, revelou um amigo íntimo do prefeito, que não quis se identificar.