A briga esquentou no pátio do colégio eleitoral do Facebook durante a campanha do segundo turno das eleições por todo o Brasil. Muitos amiguinhos trocaram de mal e não se falam mais por causa de política. Os ‘xingamentos’ e ofensas trocados entre os ex-coleguinhas são os mais infantis, como ”quem vota em comunista é um diabinho”, “cara de melão” e “cabeça de abacate”.

Como a eleição esquenta ainda mais em outubro, mês que se comemora o Dia das Crianças, um estudo feito pela socióloga Mariana Moura, formada em na Universidade Harvard, demonstra que o adulto tem a tendência de se infantilizar nessa época do ano. O uso indiscriminado de fotos de criança no avatar dos perfis das redes sociais mexe ainda mais com o intelecto dessas pessoas.

“Durante as eleições, quando tudo é muito polarizado, as brigas aumentam. E as pessoas que usam suas fotos de crianças nos perfis descem para o play sem saber brincar com política. O resultado é essa criancice toda que estamos presenciando, de amigos de infância deixando de se falar porque o outro o chamou de feio, bobo e pateta”, analisou a socióloga.