O presidente Michel Temer surpreendeu a todos que o esperavam para votar às 11h , de acordo com a agenda oficial, votando logo após a abertura de sua seção na Zona Oeste de São Paulo.

Segundo um mesário, a equipe mal havia acabado de se instalar numa das salas de aula da PUC quando um forte cheiro de enxofre tomou conta do local.

“E daí deu um barulho alto, uma nuvem de fumaça se espalhou e apareceu o presidente”, diz a advogada Lúcia Carvalho. No relógio, de acordo com ela, eram 8:01.

Temer cumprimentou todos os mesários e foi até a cabine de votação. “Foi aí que ele começou a tremer, achei que estava passando mal, mas estava tentando segurar o riso. Olhou para a urna eletrônica e começou a gargalhar, teve que ser amparado”, diz outro mesário.

Temer teria apontado para a urna eletrônica e deixado escapar a frase “quem é que manda nessa p****?” antes de apertar o botão do número 6 três vezes e confirmar.

M Zorzanelli